Início » País de origem » Itália » Montepulciano: Cantine Dei

Montepulciano: Cantine Dei

image_2968583_full

Continuando a comentar sobre minha viagem ano passado, em Montepulciano fomos a vinícola Cantine Dei. O vinhedo de Bossona é de propriedade da família Dei desde o ano de 1964, por volta de 1970 foi adquirida a propriedade de Martiena, onde hoje está instalada sua vinícola. No entanto eles não elaboravam vinhos e as uvas produzidas eram comercializadas. Apenas em 1985, uma safra excepcional, devido a evidente grande qualidade das uvas, eles resolveram vinificar, em uma antiga cantina no centro histórico de Montepulciano, suas primeiras garrafas de Vino Nobile e desde então não pararam mais.

Vinhedos em frente a vinícola

Vinhedos em frente a vinícola

Hoje a Cantine Dei possui 120 hectares, dos quais 55 ha estão plantados com vinhedos em áreas de diferentes características de solo e microclima. A vinícola pode ser considerada de médio porte, tendo em vista que produz em torno de 200.000 garrafas de vinho por ano, e de estilo tradicional, já que foca sua produção em Rosso e Vino Nobile de Montepulciano, os quais são envelhecidos predominantemente em tonéis e barris grandes de carvalho esloveno. Mas a vinícola não nega o estilo moderno por completo, plantando uvas internacionais e elaborando um super toscano.

Cantine Dei, sala de envelhecimento

Cantine Dei, sala de envelhecimento

Destaque à parte é a arquitetura da vinícola, construída com pedra travertino (uma rocha calcária, lembra um tipo de mármore), vidro e madeira, ela usa energia geotérmica para alimentar sua iluminação e foi projetada em forma de caracol, visando lembrar os fósseis que são encontrados no solo de seus vinhedos.

Escada em forma de caracol simulando fóssil

Escada em forma de caracol simulando fóssil

Quem toca a vinícola é a simpática Maria Caterina Dei, que também é cantora (no site da vinícola é possível escutar algumas de suas canções) e foi quem nos recebeu. A vinícola está aberta para visitação durante todo ano, de segunda a sexta das 10:30 às 13:00 e das 15:00 as 18:00 horas. Agendamento é desejável, principalmente para grupos, sendo necessário caso a visitação seja feita sábado ou domingo. Quem se interessar pelos vinhos, aqui no Brasil eles são importados pela Vinci.

Cidade de Montepulciano vista da vinícola

Cidade de Montepulciano vista da vinícola

Provamos o seguinte:

1408011961

Dei Martiena 2013: corte entre as uvas Malvasia (70%), Grechetto (20%) e Trebbiano (10%). Na taça apresentou cor amarelo pálido. No nariz era bem aromático, com forte nota floral, lembrava também pera, maçã e leve mel. Na boca era leve, bastante refrescante, tinha ótima acidez e gostosa mineralidade. Belo vinho branco para um dia quente.

1408011973

Dei Rosso di Montepulciano 2012: o rosso é o vinho de entrada da vinícola, produzido com as uvas Sangiovese (Prugnolo Gentile) (90%), Canaiolo (5%) e Merlot (5%), estagiou por 3 meses em tonéis de carvalho esloveno e pelo menos mais 6 meses em garrafa. Na taça tinha cor vermelho rubi. No nariz sugeria amora, ameixa, algo floral e pimenta. Na boca tinha bom equilíbrio, taninos macios e forte e gostosa acidez. Vinho de entrada já muito bom, o restante prometia.

1408012261

Dei Vino Nobile di Montepulciano 2011: elaborado a partir de uvas Sangiovese (90%) e Canaiolo Nero (10%), estagiou por 24 meses em carvalho esloveno e pelo menos mais 6 meses em garrafa. Na taça apresentou bela cor vermelho rubi intenso. No nariz era complexo, lembrando ameixa, amora, pimenta e algo de terra (mineral). Na boca era de médio corpo a encorpado, tinha taninos firmes muito agradáveis, forte e gostosa acidez. Ainda novo, melhor guardá-lo por mais um tempo.

1408012565

Dei Vino Nobile di Montepulciano Riserva Bossona 2008: produzido apenas com a uva Sangiovese (Prugnolo Gentile), de vinhedo único (Bossona), considerado o melhor que a vinícola possui. Estagiou por 36 meses em tonéis e barris de carvalho esloveno e pelo menos 12 meses em garrafa. Na taça tinha viva cor vermelho rubi. No nariz tinha estilo, era bem complexo e agradável, lembrando cereja, amora, algo floral, tâmara e pimenta doce. Na boca era encorpado e potente, bem estruturado, apresentou fortes e bem trabalhados taninos, e acidez ótima. Vinho já muito prazeroso de beber, mas que pode ser guardado por anos.

1408012936

Dei Sancta Catarina 2009: super toscano de Montepulciano produzido pela vinícola, consiste em um corte de Sangiovese (30%), com Cabernet Sauvignon (30%), Syrah (30%) e Petit Verdot (10%), estagiou por 12 meses em barricas novas de carvalho francês. Na taça era mais escuro que os demais apresentando cor vermelho violáceo. No nariz era intenso e complexo, sugerindo marmelada, geleia, amora, cravo e algo de terra. Na boca tinha potência e estrutura, era um vinho mais concentrado, encorpado, mais macio, com ótima acidez e taninos fortes bem trabalhados.

1408013329

Dei Vin Santo di Montepulciano 2007: elaborado com as uvas Malvasia (50%), Trebbiano (20%) e Grechetto (20%), fermentado e envelhecido por 5 anos em pequenos barris de carvalho (caratelli). Na taça apresentou bela cor dourado escuro. No nariz era bem aromático e complexo lembrando figo seco, damasco, amêndoas e mel. Na boca era denso e equilibrado, com forte acidez integrada ao açúcar residual. Era bem marcante e persistente, excelente vin santo, dos melhores que bebi por lá.

A paisagem vista de cima da cidade de Montepulciano

A paisagem vista de cima, da cidade de Montepulciano

Com uma linha muito consistente de vinhos, vale conhecer o que a Cantine Dei produz, isso além da paisagem ao redor da vinícola e de sua bela arquitetura.

Charmosa escada em Montepulciano

Charmosa escada em Montepulciano

Saindo da vinícola a dica é visitar a charmosa e bela cidade de Montepulciano, localizada no topo de uma colina. Enquanto estiver por lá, se desejar conhecer (beber) mais sobre o Vino Nobile há inúmeras enotecas que valem a visita.

Caminhar por essas ruas...

Caminhar por essas ruas…

Siga o blog no FacebookInstagram, TwitterGoogle+ ou Tumbrl.

Resumo da visita:

Vinícola: Cantine Dei

Localização: Via Martiena, nº 35, Montepulciano

Data da visita: 14/08/2014

Com quem: Patrícia

Preço da degustação: não me recordo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s