Início » País de origem » Itália » Montepulciano: Nottola

Montepulciano: Nottola

Nottola

Colocando em dia minha dívida com o blog em relação aos posts da viagem que fiz em meados do ano passado…

Nossa primeira parada em Montepulciano foi a vinícola da Azienda Agricola Nottola. Chegando lá nos chamou atenção os belos prédios onde funcionam hotel e restaurante da própria vinícola. Agora pesquisando no site deles, descobri que as construções (denominada Villa Bracci), com típica arquitetura toscana, são do século XVIII e eram residência de campo da famíla Bracci.

Belas construções da vinícola / hotel

Belas construções da vinícola / hotel

A vinícola, bem como a Villa Bracci e 10 hectares de vinhedos e oliveiras, foram adquiridos por volta de 1980 pela família Giomarelli que atualmente administra a propriedade. De lá para cá os prédios foram reformados, a cantina ampliada e modernizada, foram comprados mais 10 hectares de vinhedos nas redondezas e instalado o que pode ser chamado de um complexo enoturístico, com hotel, restaurante e vinícola todos integrados em um mesmo espaço.

Vista dos vinhedos e paisagem

Vista dos vinhedos e paisagem

A vinícola é aberta a visitação durante todo o ano, de segunda a sexta das 10:00 às 13:00 e das 15:00 às 17:30 horas. O agendamento é desejável, principalmente para grupos, e necessário caso planeje visitar a vinícola sábado ou domingo. Além de visita a vinícola e degustação dos vinhos, podem ser agendadas degustações harmonizadas no restaurante (só não me recordo e não consigo achar informações a respeito dos custos na internet).  A quem se interessar, os vinhos da Nottola são importados para o Brasil pela Grand Cru.

Sala de envelhecimento

Sala de envelhecimento

Quanto aos vinhos, provamos o seguinte:

1408004793

Nottola Rosso di Montepulciano 2012: vinho de entrada da Nottola, produzido com 80% de Prugnolo Gentile, a variedade local da Sangiovese, e 20% de outras uvas locais (Canaiolo e Mammolo) e envelhecido por 6 meses em tonéis de carvalho esloveno. Na taça demonstrou cor vermelho rubi. Aromas simples e agradáveis de ameixa, framboesa e pimenta. Na boca era macio e equilibrado, com boa acidez e taninos finos.

1408004812

Nottola Vino Nobile di Montepulciano 2011: também um corte de 80% de Prugnolo Gentile (Sangiovese) com 20% de outras uvas locais, só que nesse caso envelhecido por 24 meses em toneis de carvalho esloveno, conforme mandam as regras da DOCG do Vino Nobile de Montepulciano a qual determina que o vinho precisa envelhecer pelo menos 2 anos, dos quais pelo menos 1 em carvalho, antes de ser lançado ao mercado. Apresentou cor vermelho rubi e aromas de ameixa, framboesa, pimenta, café e leve vegetal. Na boca era macio e equilibrado, com boa acidez, taninos finos e médio corpo.

1408004842

Nottola Vino Nobile di Montepulciano Riserva “Il Fattore” 2009: o vinho de topo da vinícola, produzido com uvas de um vinhedo (Il Fattore) com excelentes condições microclimáticas e de solo, envelhece por 36 meses (30 meses em madeira e pelo menos 6 em garrafa), como regulamentado na DOCG do Vino Nobile para estampar a alcunha Riserva, parte em tonéis de carvalho esloveno e parte em barris de carvalho francês. Na taça tinha cor vermelho rubi vivo. No nariz era complexo, lembrando ameixa, amora, café, pimenta, baunilha. Na boca era macio e equilibrado, tinha de médio corpo a encorpado, taninos firmes e macios.

1408004873

Nottola Anterivo 2010: super toscano produzido em vinhedos de Montepulciano, com as uvas Merlot (50%) e Sangiovese (50%), que estagiou por 12 meses em barris de carvalho francês e pelo menos mais 6 meses em garrafa. Apresentou cor vermelho rubi escuro. No nariz era intenso e tinha certa complexidade, lembrando ameixa, menta e café. Na boca tinha boa estrutura, era encorpado, com taninos firmes e ótima acidez. Vinho interessante, ainda muito novo.

1408007651

Nottola Vin Santo de Montepulciano 2007: como manda a tradição, foi vinificado em pequenos barris de carvalho (caratelli) por onde permaneceu por 3 anos. As uvas de sua composição são Trebbiano (50%) e Malvasia (50%). Na taça apresentou belíssima cor amarelo ouro. No nariz tinha certa complexidade, lembrando damasco, mel e caramelo. Na boca tinha boa densidade, era encorpado e untuoso, e ótimo equilíbrio entre acidez e doçura.

Caratelli usados na elaboração de Vin Santo

Caratelli usados na elaboração de Vin Santo

Além dos vinhos, pelas fotos nem preciso dizer que a visita a Nottola vale a pena. Demos uma rápida olhada no hotel e restaurante da vinícola e chegamos a pensar em sair do hotel em que estávamos hospedados, que era um tanto afastado, para ficar aqui. Pertinho da charmosa cidade de Montepulciano, que é bem próxima de outras conhecidas cidades da região (Pienza, San Quirico d’Orcia e Montalcino), o hotel Villa Nottola é uma boa opção de hospedagem na região.

Hotel Villa Nottola

Hotel Villa Nottola

Vista da vinícola para a cidade de Montepulciano

Vista da vinícola para a cidade de Montepulciano

Siga o blog no FacebookInstagram, TwitterGoogle+ ou Tumbrl.

Resumo da visita:

Vinícola: Azienda Agrícola Nottola

Localização: Località Nottola, Montepulciano

Data da visita: 14/08/2014

Com quem: Patrícia

Preço da degustação: não me recordo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s