Início » Tipo de post » Evento » Degustação de Vinhos do Líbano – RJ

Degustação de Vinhos do Líbano – RJ

Líbano

Enfim, depois de mais de um mês, encontrei tempo para comentar um evento que eu não poderia deixar passar em branco aqui no blog, uma degustação de vinhos libaneses! Como menciono diversas vezes por aqui, sou fã do Líbano, sua cultura, gastronomia, vinhos, etc, fiquei muito animado quando recebi esse convite.

Essa degustação, que contou com 10 produtores libaneses, ocorreu em São Paulo e no Rio de Janeiro no final do ano passado. Aqui no RJ o evento ocorreu no dia 02/12/2014, no salão do Clube Monte Líbano, na Lagoa. Sobre o Líbano vou me poupar de escrever, deixando o link da lista de todos os posts que já escrevi sobre o país (confira aqui), chamando atenção especial para um em que dei uma visão geral (confira aqui).

Como novamente devo estar sendo o último ou um dos últimos a comentar sobre o evento, resolvi listar abaixo tudo que encontrei escrito sobre a degustação em blogs e sites: Amo VinhosArtwineIn Vino VeritasPapo de Vinho, Revista Eno Estilo, Tintos e TantosTommasi no VinhoVinhos dos Anjos, Vou de Vinho.

Como os produtores mais conhecidos já foram amplamente comentados pelos colegas, em meus comentários, chamarei atenção para o potencial de vinhos produzidos por vinícolas libanesas sem importador no Brasil:

1417545648

Clos St. Thomas Les Emirs 2010: visitei essa vinícola quando estive no Líbano em 2010 (a safra desse vinho) e gostei bastante do que provei por lá. Localizada em Kab Elias no Vale do Bekaa, eles produzem esse interessante corte entre Cabernet Sauvignon, Grenache, Cinsault e Carignan que estagiou por 12 meses em carvalho americano e francês. Na taça apresentou cor vermelho rubi e nariz muito agradável e com certa complexidade, lembrando framboesa, chocolate, café e algo vegetal. Na boca tinha médio corpo, boa acidez, taninos finos e de boa presença e ótimo equilíbrio.

1417545956

Clos St. Thomas Pinot Noir 2009: não estou comentando dois vinhos dessa vinícola a toa, das que não são importadas para o Brasil e estiveram no evento foi a que mais me chamou atenção. Esse é o único varietal de Pinot Noir produzido no Líbano e possuía bela cor vermelho cereja com leve halo de evolução. No nariz tinha certa complexidade e lembrava morango, geleia, folha seca e leve oxidado. Na boca se mostrou muito macio e equilibrado, um vinho leve e delicado. Em meio a tantos vinhos tânicos e potentes, ainda bem que esse foi um dos primeiros que provei! Senão teria descido mais leve que água!

1417546689

Adyar Monastère de Kfifane Syrah 2009: a Adyar consiste em uma organização formada por monastérios de diversas partes do Líbano que procuram comercializar juntos sua produção agrícola, dentre seus produtos, o vinho. O Monastério de Kfifane, onde foi produzido esse Syrah (que passou 24 meses em carvalho francês), está localizado na região de Batroun. Na taça o vinho apresentou cor vermelho violeta. No nariz era complexo, lembrando amora, romã, chocolate, canela e menta. Na boca era bastante potente e aveludado, bem encorpado, com ótima acidez e tanino firme bastante presente. Foi o vinho que mais me chamou atenção no evento. Ainda está novo, merece mais alguns anos na garrafa.

1417548354

Château Qanafar 2011: um corte entre as uvas Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah, a partir de vinhedos no oeste do Vale de Bekaa e que estagiou por 12 meses em barris de carvalho, a maioria francês. Apresentou cor vermelho violáceo, com aromas complexos lembrando framboesa, amora, iogurte, tostado, algo de especiária (noz moscada) e hortelã. Na boca era mais um vinho potente e estruturado, ainda novo e um tanto rústico, mas já muito bem equilibrado em relação a seu corpo, acidez, álcool, madeira e taninos (embora ainda muito firmes).

1417547986

Château Nakad Château des Coteaux 2009: vinícola localizada na vila de Jdita no Vale do Bekaa, esse é seu vinho de topo, um corte entre as uvas Cabernet Sauvignon e Syrah que envelhece por 12 meses em barris de carvalho. Na taça apresentou cor vermelho rubi intenso. Aromas lembrando amora, iogurte e algo vegetal. Na boca tinha potência e estrutura, sendo também macio, encorpado, com boia acidez e taninos bem presentes. Um vinho para guardar a garrafa por mais algum tempo.

Siga o blog no FacebookInstagram, TwitterGoogle+ ou Tumbrl.

Resumo do evento:

Nome: Degustação de Vinhos do Líbano (Rio de Janeiro)

Local: Clube Monte Líbano, Lagoa, Rio de Janeiro

Organização: Cristina Neves, Union Vinicole du Liban, LIBANK e Consulado Geral do Líbano no Rio de Janeiro.

Data (horário): 02/12/14 (das 16:30 às 22:30 horas)

Com quem: Patrícia e Cesar

Preço: o evento era gratuito e os convites deviam ser solicitados previamente por e-mail

Anúncios

2 pensamentos sobre “Degustação de Vinhos do Líbano – RJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s