Início » País de origem » Líbano » RIP Serge Hochar: Château Musar Branco 2005

RIP Serge Hochar: Château Musar Branco 2005

Musar W 2005

Fiquei sabendo ontem da morte de Serge Hochar, grande ícone do setor vinícola libanês e responsável pelo estilo e consequente fama dos vinhos produzidos pelo Château Musar. Por diversas vezes já comentei aqui no blog que os vinhos do Musar estão entre os meus preferidos, principalmente o Château branco, elaborado com duas uvas nativas do Líbano, Obaideh e Merwah.

Sobre o Serge, ao invés de reproduzir o que já foi escrito, prefiro deixar sugestões de links (tudo em inglês): como os comentários postados ontem pela Jancis Robinson (confira aqui), pelo Vinography (confira aqui), pela Forbes (confira aqui) e pela Wine Spectator (confira aqui), além dessa entrevista concedida por ele e outros produtores libaneses ao jornal britânico The Guardian (que já postei aqui no blog).

Vale a pena conhecer a história desse senhor que teve papel fundamental em recolocar o Líbano no mapa das regiões produtoras de grandes vinhos, elaborando a receita de um vinho singular e tendo coragem para produzi-lo mesmo durante guerras e períodos de tensão política em seu país.

Como uma homenagem, meu primeiro vinho comentado e bebido (tirando espumante) esse ano será esse Château Musar Branco 2005:

Na taça apresentou bela cor amarelo ouro.

No nariz apresentou uma evolução excelente, com aromas complexos que se modificavam na taça constantemente durante mais de uma hora. As notas que melhor identifiquei foram damasco, laranja, amêndoas, lavanda e mel.

Na boca, assim como no nariz, era levemente oxidado, característica marcante do Musar. Estava extremamente macio, embora tenha apresentado forte acidez, sugerindo que essa safra ainda tem longa vida pela frente. Era de médio corpo a encorpado (apesar do baixo teor alcóolico, de 12%) e extremamente equilibrado, com paladar também sugerindo laranja, damasco seco e um toque de mel, embora fosse bem seco. Persistência longa e incrível evolução na taça.

Incrível! Um branco com quase 10 anos, muito complexo e intenso! Impressionante como a acidez ainda se manteve elevada após todo esse tempo. Acompanhou com maestria azeitonas libanesas e zaatar com azeite (também libanês) e pão árabe. Aos que não conhecem esse vinho, recomendo provar, mesmo ele tendo um estilo que não agradará a todos. Um vinho bastante singular e prazeroso!

À Serge Hochar fica meu tributo e agradecimentos por elaborar essa maravilha! Um sujeito que viverá para sempre em seus vinhos e no seu legado!

Siga o blog no FacebookTwitterGoogle+ ou Tumbrl.

Resumo do vinho:

Nome: Château Musar Branco

Vinícola: Chateau Musar

Região: Vale de Bekaa, Líbano

Teor alcoólico: 12%

Safra: 2005

Uva: Obaideh e Merwah

Preço: não lembro, mas foi algo em torno de US$ 25,00

Comprado em (mês/ano): na própria vinícola (09/13)

Importador: Mistral (obs: esse vinho em específico não vem para o Brasil)

Bebido com (data):  (02/01/2015)

Nota: 5 em 5 pontos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s