Início » País de origem » Brasil » Dicas de tintos brasileiros sem passagem por madeira. #CBE Agosto de 2014

Dicas de tintos brasileiros sem passagem por madeira. #CBE Agosto de 2014

Depois de um tempo de inatividade fiquei devendo algumas compilações dos posts enviados para a Confraria Brasileira de Enoblogs (CBE), a única confraria digital do Brasil! Vou começar a pagar a dívida! A CBE funciona assim, todo mês um dos confrade propõe um tema e todos tem que escolher um vinho dentro dessa temática, bebê-lo, comentá-lo em seu blog e dividir suas impressões com os demais confrades virtuais, promovendo a interação entre blogs de vinho de todo o Brasil. As postagens ocorrem todo dia 1º de cada mês e geralmente a galera capricha na escolha dos vinhos, surgindo boas dicas dentro dos temas. Por essa razão é que todo mês estou compilando aqui no blog todos os posts enviados para a CBE.

Para o mês de agosto o tema escolhido foi “um tinto nacional sem passagem por madeira e sem limite de preço”, sugerido pelo colega Evandro Gonçalves do blog Vinhos que Provo.

Quem quiser uma boa dica para comprar um vinho tinto nacional, jovem, sem passagem por madeira, sugiro considerar em sua escolha a impressão dos colegas sobre os vinhos provados para a CBE no mês de agosto (na ordem de safra e depois alfabética):

Casa Venturini Gallo Rosso bag in box Cabernet Sauvignon, por Jonas Magalhães do blog Simplificando o vinho;

Routhier & Darricarrère (RED) Cabernet / Merlot, por Jane Prado do blog Château de Jane;

Lídio Carraro Grande Vindima Quorum 2006, por Ewerton Cordeiro do blog Vinhos de Minha Vida;

Lídio Carraro Elos Cabernet Sauvignon / Malbec 2009, por Victor Beltrami do blog Balaio do Victor;

Dal Pizzol Enoteca 2011, por Tiago Bulla do blog Universo dos Vinhos;

Lídio Carraro Agnus Merlot 2011, por Evandro Gonçalves do blog Vinhos que Provo;

Dal Pizzol 200 Anos Touriga Nacional 2012, minha escolha para o post do mês de agosto;

Lídio Carraro Dádivas Pinot Noir 2012, por Marcello Galvão do blog Agenda de Vinhos;

Peruzzo Cabernet Franc 2012, por Felipe Silva e Silva do blog BebadoVinho;

Peruzzo Cabernet Franc 2012, por Rafaela e Cláudio do blog Le Vin au Blog;

Lídio Carraro Dádivas Pinot Noir 2013, por Gil Mesquita do blog Vinho para Todos.

Em resumo foram provados 10 vinhos, comentados por 11 blogueiros diferentes, a maior parte deles da vinícola Lídio Carraro (5), que possui como filosofia não utilizar madeira na elaboração de seus vinhos, visando a expressão mais pura do terroir de seus vinhedos. A vinícola Dal Pizzol, que também defende que seus vinhos não tenham contato com madeira, teve 2 vinhos comentados.

Vale a pena conferir o que os colegas postaram!

Siga o blog no FacebookTwitterGoogle+ ou Tumbrl.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s