Início » Tipo de post » Evento » Passeio Enogastronômico por Portugal

Passeio Enogastronômico por Portugal

Adega Alentejana

Já faz um tempinho que este evento aconteceu, aos poucos vou colocando as coisas em dia.

No dia 09 de abril de 2014 fomos eu e Patrícia ao evento Passeio Enogastronômico por Portugal, edição da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Organizado pela importadora Adega Alentejana, especializada na importação de vinhos, bem como outros alimentos, de Portugal, em especial do Alentejo, o evento passou por várias cidades do Brasil e contou com as principais vinícolas do portfólio da importadora, todas representadas pelos próprios produtores. Deu para provarmos bastante coisa interessante.

Fiquei um tanto receoso do longo post, mas como provei e fiz anotações sobre vários vinhos e a amostra presente no evento era bem diversa, decidi escolher dez deles (um espumante, um fortificado, três brancos e cinco tintos) para comentar:

1397078298

Transmontanas Vértice Millésime Brut 2009: espumante do Douro, elaborado com castas típicas da região. Na taça tinha belo perlage e cor amarelo palha pendendo para o dourado. No nariz lembrava leveduras, frutas cítricas e côco queimado. Na boca era bem cremoso, isso sem perder o frescor proporcionado pela ótima acidez. Bom equilíbrio e persistência. Até hoje o melhor espumante português que já bebi.

1397079362

Margarida Cabaço Branco 2010: vinho branco resultado do corte de Encruzado e Verdelho produzido no Alentejo. De cor amarelo pálido, com nariz elegante e discreto lembrando frutas cítricas, jasmim e algo mineral. Na boca era que ele se mostrava, encorpado, equilibrado e com uma ótima acidez mantendo o frescor, isso além de marcante mineralidade.

1397078177

Paulo Laureano Dolium Escolha 2011: varietal alentejano da casta Antão Vaz, com estágio de 8 meses em barrica. Na taça demonstrou um amarelo palha claro, com nariz de boa complexidade e intensidade, que me lembrou pêssego, frutas cítricas, pimenta branca e um leve floral. Na boca era encorpado, com deliciosa untuosidade e ótima acidez proporcionando bastante frescor. Bom equilíbrio e persistência longa.

1397083431

Quinta do Passadouro Branco 2012: vinho branco de corte entre uvas típicas da região do Douro. Na taça apresentou bela cor amarelo palha, com aromas cítricos, minerais e leve floral. Na boca tinha bom volume, isso sem deixar de lado o frescor, excelente mineralidade e gostosa acidez. Branco diferente e interessante, estiloso.

1397080570

Adega de Borba Cinquentenário 2003: vinho alentejano que consiste em corte de Cabernet Sauvignon (50%), Syrah (30%) e Alicante Bouschet (20%), mas que nem por isso deixa de ser tipicamente português, se eu não tivesse olhado as castas juraria se tratar de um vinho elaborado com uvas típicas do Alentejo. Na taça era vermelho rubi com perceptível halo granada. No nariz se apresentou complexo e evoluído, me lembrou ameixa, tabaco, pimenta do reino, algo balsâmico e leve couro. Na boca se mostrou macio e equilibrado, isso ainda com boa estrutura, sendo um vinho encorpado, com ótima acidez e taninos firmes e macios. A persistência era longa e o vinho tinha potencial para continuar evoluindo.

1397079876

Cortes de Cima Petit Verdot 2009: vinificar um Petit Verdot varietal (o que por si só já é estranho) no Alentejo? Sim, tem gente fazendo isso e o resultado é um vinho de coloração vermelho rubi intenso, nariz complexo sugerindo ameixa, amora, pimenta, tostado e um gostoso vegetal. Na boca tinha potência e estrutura, bem como maciez e equilíbrio. Um vinho diferente e interessante.

1397079903

Cortes de Cima Touriga Nacional 2007: um dos interessantes varietais de Touriga Nacional que provei durante o evento. Vinho do Alentejo que escolhi comentar por ser bem típico e interessante. Possuía cor vermelho rubi densa, com aromas intensos e complexos, que lembravam amora, especiarias (bastante), tostado e algo vegetal. Na boca era potente, encorpado, com ótima acidez, taninos fortes e persistência longa.

1397077984

Paulo Laureano Selectio Grossa 2010: vinho alentejano elaborado a partir da rara casta Tinta Grossa. Na taça tinha cor rubi profundo. No nariz era intenso, complexo e interessante, sugerindo amora, chocolate, café torrado e pimenta do reino. Na boca era macio e equilibrado, com acidez gostosa e taninos bem presentes e agradáveis, estrutura sugerindo capacidade de ter uma boa maturação na garrafa.

1397077481

Paulo Laureano Tradições Antigas Vinho de Talha 2011: interessante vinho produzido a partir de castas típicas do alentejo fermentadas em ânforas de barro com as leveduras naturais e “engarrafado” também em uma pequena ânfora (talha). Na taça era vermelho rubi, com aromas de cereja, uva passa, pimenta e folha seca. Na boca tinha forte e gostosa acidez, médio corpo e taninos também fortes e agradáveis, isso além de um leve amargor, que não chegava a incomodar. Diferente e estiloso.

1397081426

Horácio Simões Bastardo 2010: vinho licoroso produzido com a raríssima casta Bastardo da Península de Setúbal. Demonstrou bela cor âmbar escuro, com aromas de figo seco, melaço, pimenta do reino e canela. Na boca tinha forte acidez (bem mais elevada que a dos moscatéis de Setúbal) em maravilhoso equilíbrio com a doçura, isso além de bom volume e longa persistência. Bem diferente, uma bela experiência provar um vinho exclusivo com0 esse.

Siga o blog no FacebookTwitterGoogle+ ou Tumbrl.

Resumo do evento:

Nome: Passeio Enogastronômico por Portugal

Local: MHS Eventos, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ

Organização: Adega Alentejana

Data (horário): 09/04/14 (das 16:00 às 20:30 horas)

Com quem: Patrícia.

Preço: R$ 150,00.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s