Início » País de origem » Grécia » Peloponeso: Domaine Bairaktaris

Peloponeso: Domaine Bairaktaris

Bairaktaris

Logo que chegamos em Nemea, avistamos na estrada a placa indicando que estávamos entrando na rota dos vinho de Nemea. Fiquei logo animado achando que ia encontrar vinícola em tudo que é lado e que todas iam estar abertas esperando eventuais visitantes para conhecer sua estrutura e seus vinhos. Doce engano… A primeira em que paramos não encontrei ninguém para nos atender, a segunda nem sei se era uma vinícola mesmo, até que na beira da estrada avistamos a receptiva Domaine Bairaktaris e paramos para conhecê-la.

Trata-se de uma vinícola familiar e recente, inaugurada em 2005 a partir dos anseios da geração mais nova de uma família com tradição no cultivo da videira. Todos os vinhos são elaborados a partir de uvas colhidas em vinhedos próprios e localizados no Vale de Nemea.

A vinícola.

A vinícola.

Fomos muito bem recebidos pela própria família que toca a vinícola e provamos seis vinhos produzidos por eles, os quais comento abaixo (na ordem em que provamos):

Domaine Bairaktaris Moschofilero 2012: um bom vinho branco feito com a interessante uva autóctone Moschofilero (gostei bastante dessa uva), com apenas 12% de álcool, apresentou aromas frutados e florais, boa presença na boca sendo equilibrado, intenso, delicado, deixando uma boa sensação apimentada no fundo da boca e um final de boa mineralidade.

Domaine Bairaktaris Monolithos 2012: um branco feito a partir de um corte de umas mais conhecidas nossas, Moscato de Alexandria, Chardonnay e Sauvignon Blanc. Era bastante aromático com notas frutadas, florais e leve vegetal. Na boca deu uma sumida, mas não deixou de ser um bom vinho para o verão, fresco e fácil de beber.

Domaine Bairaktaris Rosé 2012: vinho rosé elaborado a partir da Shiraz e da uva característica da região de Nemea a Agiorgitiko. Era um vinho interessante, de estilo diferenciado dos rosés comumente encontrados no mercado. Com aromas de morango e iogurte, na boca é encorpado sem deixar de ser refrescante e fácil de beber, no fundo da boca deixa um gostoso apimentado.

Domaine Bairaktaris Agiorgitiko 2012: vinho tinto elaborado com a uva local Agiorgitiko, que gera desde vinhos rosés, passando por tintos leves e simples, até tintos encorpados e complexos. Esse era um bom exemplar de Nemea jovem, sem passagem por madeira. Era simples e correto, um vinho leve e delicado com taninos finos, boa acidez e equilíbrio.

Domaine Bairaktaris Nemea 2009: vinho tinto elaborado com a Agiorgitiko e de estilo completamente diferente do anterior. Com passagem por madeira, apresentou aromas de frutas, pimenta e cedro. Na boca médio corpo, boa intensidade e amadeirado sobrando um pouco para o meu gosto, nada que mais um ou dois anos na garrafa não resolva e demostre o potencial completo desse interessante vinho.

Domaine Bairaktaris Cabernet Sauvignon – Agiorgitiko 2009: corte de meio a meio entre Cabernet Sauvignon e Agiorgitiko. Entendo a intenção e a necessidade de produzir esse tipo de vinho para atingir determinados mercados, mas com 50% no corte a Cabernet domina o vinho tanto no nariz, quanto na boca, as características da delicada Agiorgitiko ficam em segundo plano e vinho fica sem ser isso, nem aquilo. Era um bom vinho, robusto e prazeroso, mas não tão interessante quanto os outros.

Nenhum dos vinhos foi espetacular, mas a vinícola merece atenção e bastante. Diria que esses foram uns dos vinhos de melhor custo benefício que provamos na Grécia, considerando que o mais barato deles custava 4 euros e o mais caro apenas 7. Além disso, todos os vinhos eram bons, corretos e típicos da região em que foram produzidos. Se eu morasse na Grécia consideraria essa vinícola um achado, com ótimos vinhos para o dia a dia, em especial o seu interessante rosé e seu refrescante Moschofilero. Valeu a visita!

Nemea, seus vinhedos e sua paisagem.

Nemea, seus vinhedos e sua paisagem.

Resumo da visita:

Vinícola: Domaine Bairaktaris

Localização: Nemea, Peloponeso, Grécia

Data da visita: 14/08/2013

Com quem: Patrícia

Preço da degustação: grátis

Obs: vinhos sem importador no Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s