Início » Tipo de post » Evento » Grandi Marchi Tasting 2013 – RJ

Grandi Marchi Tasting 2013 – RJ

Grandi Marchi

Quinta feira passada, dia 18/07/13, estivemos, eu e Patrícia, no Grandi Marchi Anual Tasting, evento realizado pelo Istituto del Vino Italiano di Qualità, instituição composta por diversas das mais renomadas vinícolas italianas, e que ocorre em diferentes cidades pelo mundo. Aqui no Rio de Janeiro o evento foi realizado no prestigiado hotel Copacabana Palace.

Estavam presentes no evento grandes vinícolas, representadas por suas importadoras no Brasil e boa parte delas também por representantes vindos da Itália. Mas nem todas vinícolas que compõem o Istituto del Vino Italiano di Qualità estavam lá, faltaram algumas, como Gaja e Tenuta San Guido, mas tudo bem, o evento foi uma ótima oportunidade de provar grandes vinhos de diferentes partes da Itália. Cada vez mais acho impressionante como ao longo de toda a Itália se produzem bons vinhos e como cada região tem sua tipicidade.

Agora… Mais uma vez, o evento estava muito cheio, chegamos as 16:20 horas no Copacabana Palace e algumas vinícolas já estavam “concorridas”, uma hora depois mais ou menos, o salão estava bem cheio. Sem querer ser chato, nem crítico demais, o maior problema, ao meu ver, nem foi a quantidade de gente, mas sim a mentalidade das pessoas. Em uma degustação como essas, o meu objetivo é beber os vinhos em uma certa progressão, primeiro os brancos e espumantes, depois os tintos mais leves, até chegar aos mais potentes. Isso não só para conhecer a maior diversidade de vinhos, como também para conhecer os vinhos que cabem no meu bolso! Lógico que uma degustação como essas é uma ótima oportunidade de provar vinhos bastantes especiais, mas para mim descobrir bons vinhos, campeões de custo benefício e que cabem dentro do meu bolso é que é o grande negócio. Dessa forma, no evento que, para o público em geral, ia das 16:00 as 19:30 horas, grande parte dos vinhos, principalmente os tops, acabaram por volta das 18:30 horas. Como exemplo (agora vou parecer uma criança chorona e reclamona), da Pio Cesare não consegui beber um Barolo, para falar verdade, só bebi um vinho, um bom Barbera.

Fica minha dica aos leitores, em degustações como essas, não vá direto aos tops, prove os que cabem no seu bolso, prove aqueles que devem ser bebidos no dia a dia, a oportunidade é bem boa para descobrir verdadeiros achados.

Enfim, para falar verdade, reclamo porque gosto de reclamar (mas acho que faz parte também). O evento foi ótimo! Provei grandes vinhos! Tomei notas dessa vez, é melhor mesmo fazer assim. Abaixo descrevo alguns dos que eu mais gostei, bem como os que considerei de melhor custo benefício.

Umani Ronchi Casal di Serra Verdicchio dei Castelli di Jesi DOC Clássico Superiore 2012: Vinho interessante, sem importador no Brasil. Com aromas frutados (cítricos, pera, melão) e florais (jasmim), na boca tem boa presença, equilíbrio e frescor.

Donnafugata Anthilia DOP 2012: vinho branco fresco, aromático, simples e agradável. Tem a siciliana Catarratto como uva principal. No nariz aromas de maçã verde, citrus (limão) e um toque floral. Na boca era fácil de beber e de gostar, com uma bela acidez, cítrico, mineral, bem macio e equilibrado, tendo boa persistência. Custa R$ 69,00 no site da importadora World Wine.

Michele Chiarlo Le Orme Barbera d’Asti DOCG 2010: Um bom Barbera, com madeira no ponto certo e bem macio. Aromas de boa intensidade, frutados (amora) e com um toque de pimenta. Na boca um vinho equilibrado, boa acidez, médio corpo, taninos finos e boa persistência.  Custa R$ 79,00 no site da importadora Zahil.

Campo al Mare Cabreo la Pietra Chardonnay 2008: Eu não curto muito vinhos brancos amadeirados, mas esse aqui eu gostei. Com aromas de boa intensidade, madeira em harmonia com a fruta, notas de abacaxi, iogurte e baunilha. Na boca é untuoso, intenso, amanteigado, sem ser pesadão. Persistência longa. Custa por volta de 200 reais em sites da internet.

Donnafugata Ben Ryé Passito de Pantelleria DOC 2009: Este vinho de sobremesa está badalado! Todos falam bem dele. E não é toa. O que eu achei incrível nele é a intensidade, os aromas extravasam a taça, são muito fortes e agradáveis. Preenche bem a boca, tendo também uma presença forte. É bem doce, o que geralmente dá errado, mas como também é bem ácido, resulta em um vinho equilibrado a partir de sensações fortes. Notas de damasco, tanto seco como fresco, e laranja em caldas. É… Mas é caro! Custa R$ 186,00 a meia garrafa no site da importadora World Wine.

Campo al Mare Baia al Vento Bolgheri Superiore 2008: Super toscano muito bom, dos que provei na degustação foi o que mais gostei. Ainda novo, a madeira está bem integrada ao vinho, que apresenta aromas intensos com notas de amoras, uva passa, tostado, chocolate amargo e vegetais. Na boca é imenso, potente, embora jovem, já é bem prazeroso bebê-lo, com certeza vai melhorar com o tempo. Mas o preço vai lá em cima, já que custa por volta de 270 a 300 reais a garrafa em sites da internet.

Michele Chiarlo Barolo Tortoniano DOCG 2007: Gostei muito dos vinhos desse produtor, desde os mais básicos aos mais complexos. Esse Barolo demonstrou complexidade, com aromas florais, frutados e de especiarias. Na boca é elegante, com bastante presença e tudo no lugar certo. Ainda está novo, mas já é impressionante. Vinhaço, custando R$ 362,00 no site da importadora Zahil.

Mastroberardino Radici Taurasi DOCG 2007: A denominação Taurasi é menos badalada que outras italianas como Barolo, Brunello, Amarone e por aí vai. Resultado: um vinhaço desses ficou lá, sem muita atenção. Aromas intensos e complexos com frutas (cereja e amora), cedro e pimenta. Na boca é potente, encorpado, taninos firmes, ainda verdes, mas bem agradáveis, acidez gostosa, bom equilíbrio e persistência longa. Custa R$ 208,79 no site da importadora Mistral e digo que entre gastar 300 reais em um Barolo, Brunello ou Super Tocasno, eu gastaria pouco mais de 200 reais nesse aqui!

Resumo do evento:

Nome: Grandi Marchi Tasting

Local: Copacabana Palace, Copacabana, Rio de Janeiro – RJ

Organização: Istituto del Vino Italiano di Qualità

Data (horário): 18/07/13 (das 16:00 às 19:30 horas)

Com quem: Patrícia

Preço: os convites eram gratuitos e deveriam ser solicitados por e-mail ou telefone antes do evento.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Grandi Marchi Tasting 2013 – RJ

  1. Gostei bastante dos seus comentarios sobre o evento.

    “Sem querer ser chato, nem crítico demais, o maior problema, ao meu ver, nem foi a quantidade de gente, mas sim a mentalidade das pessoas.”

    Somos ainda (ou para sempre??) muito pobres no quesito comportamento em publico ou em privado. Nos comportamos mal, damos a impressao que nao ha vinho nem comida no pais em eventos como esses.

    Concordo plenamente que ha vinhos fabulosos em regioes da italia outras que barolo e brunello. Muita gente esta perdendo oportunidades e joias espetaculares. Inclusive os brancos… Bom, vamos tocando o bonde.

    SDS.

  2. Bom resumo, Jorge! Entendo sua frustração, mas realmente evento de vinhos italianos, famosos e excelentes lota mesmo! Em São Paulo também lotou. Abraço, Alessandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s