Início » País de origem » Brasil » O vinho da Kombi: Routhier & Darricarrère Cabernet / Merlot

O vinho da Kombi: Routhier & Darricarrère Cabernet / Merlot

ReD CS-M

Nossa! Meus últimos post foram só sobre vinhos brasileiros (e eu ainda tenho mais dois na fila). Escrevo um post mais rápido, pois estou com uma fila acumulada.

Conhecido como “o vinho da Kombi”, ao final do Circuito Brasileiro de Degustação (comentado aqui) fui presenteado (após pedir) com o resto de uma garrafa aberta (mais ou menos na metade) desse interessante corte de Cabernet Sauvignon e Merlot.

Na taça coloração violeta, pouca transparência e boa limpidez.

No nariz aromas intensos de frutas, caramelo, tostado e um leve vegetal.

Na boca o vinho é de médio corpo, os taninos se mostram presentes e agradáveis, a acidez é bem gostosa, sendo o vinho bem equilibrado no geral. É bem frutado e macio, repetindo o tostado e vegetal do olfato e tendo boa persistência. Em resumo, simples e agradável.

O vinho é bem interessante, o rótulo é chamativo, legal e bonito, muito bem elaborado, assim como a caixa das garrafas, no formato de uma Kombi (foto do post). Quanto ao líquido, o vinho é jovem e bem pronto para beber, redondinho, possui bom custo-benefício e um estilo velho mundo. Acho que combinaria bem com uma pizza!

Outros blog que beberam o vinho: Escrivinhos, Vinhos brasucas, Blog da Lis, Cordeiro e Vinho, Blog do Jeriel e Vivendo a Vida.

Resumo do vinho:

Nome: Routhier & Darricarrère Cabernet / Merlot

Vinícola: Routhier & Darricarrère

Região: Rosário do Sul, Campanha Gaúcha – RS , Brasil

Teor alcoólico: 12,5%

Safra: trata-se de um corte de safras não especificadas

Uva: 70% Cabernet Sauvignon e 30% Merlot

Preço: ganhei uma garrafa aberta no Circuito Brasileiro de Degustação (custa entre 30 e 40 reais)

Comprado em (mês/ano): ganhei uma garrafa aberta no Circuito Brasileiro de Degustação

Bebido com (data): Alexandre (07/07/2013)

Nota: 86/100

Anúncios

2 pensamentos sobre “O vinho da Kombi: Routhier & Darricarrère Cabernet / Merlot

    • Sim Alexandre,

      Concordo plenamente.
      Gostei bastante do Cabernet puro deles, o Província de São Pedro, que já é um vinho mais sério. O Chardonnay achei muito amadeirado.

      Abraço,
      Jorge.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s